30.12.09

- confessionário

Necessito cessar de sonhar os sonhos que me fazem dormir.

Nem que o preço seja abrir mão do sono, não deverei realizar mais aqueles desejos em sonho.

Realiza-los fazem-me duvidar de tudo, duvidar de mim. Temer a muitos.

Não são desejos sentimentais, não são os profundos.. portanto os mais superficiais possíveis, tornam-se plenamente prejudiciais a mim.

Em um tanto de tempo, consegui cortar as cabeças e excluir os rostos, porém hoje.. mais que o risco de se citar um nome, pode-se citar uma situação.

- um bom 2010.

Tento, de alguma maneira mudar para que a consciência pese menos, mas infelizmente minha sinceridade não é tanta quanto o meu desejo de mudanças.

Uma suavidade paira e torna-me uma das mais gentis criaturas na hora em que eu deveria defender-me e solidificar as mudanças que clamam um comportamento digno de uma 'nova eu'.

Bem, apenas suplico para que meu comportamento involuntário suavize-se. Assim então, poderei quem sabe tornar-me diferente.

Uma mudança, não só uma, mas.. capazes de domar minha consciência bruta.

Deseje-me sorte para que neste espaço de tempo isolada, eu possa realizar os objetivos pelos quais me fazem sonhar.

Caso não os consiga realizar a tempo, eu nem sei.

20.11.09

- Saladamista

Questão essa que me faz pensar, será que prefiro sentir-me protegida ou protegê-lo.
Uma sensação que me fez idealizar esta última, a única delas que me fez feliz.
Por tão curto espaço de tempo, deixou-me feliz mais que quaisquer outra que possa ter durado a eternidade.
Assim como uma brincadeira inocente, foi aquele momento o mais estranho e paralelamente, inesquecível.
Talvez eu já tenha me tornado contradição entre meus dizeres, porém sei que mesmo por entre todos opostos já houve uma verdade.
Retornando ao que me faz estar aqui, esse sentimento de proteção capaz de dizer tanta coisa.

19.11.09

- Ultimamente.

Meu desejo é que aquele tempo seja apagado, junto com ele.. as situações que desde muito resguardei-me.
De repente resolvo-me sem resolver nada em minha mente, e então estrago tudo aquilo que me orgulhava tanto.
Que adianta ser tão fria antes pra tornar-me frágil agora? Que adianta tentar ser oposto de quem vejo tanto?
De nada adianta se em um único minuto resolvo experimentar ser quem não era.
Talvez aquela frustração tenha me amolecido, amolecido-me junto a meus miolos.
Infelizmente não prometo aquilo, aquilo tudo que fiz o oposto.
Porque simplesmente não consegui desabafar aquilo que devia, ao invés do arrependimento pelo que fiz, há também o pelo que não fiz.
Uma questão me vem a mente então.
Qual dos dois me desgasta mais? como muito, é relativo, o primeiro vem mais forte, porém passa com o tempo. O segundo já é mais brando, mas dura eternamente.
Então me deixe em paz, pra passar esse tempo.
E quem sabe algum dia, resolva desabafar, além daqui.. o que me fala o sentimento.

25.10.09

- Letra

♫Meu sonho é ter você
desejo muito te ver
eu só queria entender
se aquele beijo valeu
Confio em meu coração
Quero viver com emoção
sem medo de te perder
poder ficar com você ♫

Quantos sonhos bons
Tantas noites lindas
Me guardei somente pra você

24.9.09

- Sonho

Dentre todas as coisas que nos privamos, sobre os sonhos não conseguimos acorrentar, ele vem.. se instala nos momentos obscuros, ele se vai à presença de qualquer atenção ao outro...

O medo que tenho é o de sonhar repentinamente.. aquele algo que desejo muito, então.. um segundo após o sonho.. me dou conta de que o impossibilitei. Aquele pelo qual já formulei uma imagem, não será, com certeza.. nem próximo do que desejava.

Talvez isso explique o medo de sonhar algo que se sonhe. Ou seja, idealizar o que se deseja.. será o mesmo que trocar a possibilidade do que se deseja pela "concretização" do sonho.. apenas na mente.

Talvez isso sacie a vontade momentaneamente, talvez apenas torne impossível o sonho.. a troco de absolutamente nada.. ou, uma imagem "neblinada" do sonho que se foi.

21.9.09

- Regras da anti-inconveniência

se pedir desculpas a toa, eu não perdoo.
não ligue, mande mensagem
não me glorifique, mas não desvalorize
nunca inveje minha sombra, deixe-me ir
não misture seu otimismo com vangloriação
caso chegue de repente, não se vá mais repentinamente ainda
não me ofereça cliclete de canela.

15.9.09

- LigaNão





- alô?

Bem, boa noite.. u.u
e então?? hoje foi um daqueles dias em que coisas das quais vc realmente não precisava ter visto, passam despercebidamente em frente a vc.
bem, acontece.. mas, além disso..
coisas das quais vc gostaria de prolongar, um momento, uma palavra.. ou simplesmente um olhar '-'

Foi um dia típico dentre os típicos de minha monótona existência.
Então me perguntam se eu estou depressiva, bem.. que tirem as conclusões. Mas, eu prefiro considerar-me feliz =D

O único fato fora da rotina mesmo.. são minhas palavras por aqui, geralmente tãão... estranhas (?)
sim, hoje qualquer um conseguirá entender, por mais que isso seja broxante. Mas.. não é sempre que temos neurónios após as 9 da noite u.u'

11.9.09

- Bloco de Boletim

Então, dificílimo voltar ao clima com que se construiu um verdadeiro diário de sentimentos.
Mas.. tentando, eu penso naquele tempo em que, esperando o tempo passar... chorei ao lembrar como foi e como poderia ter sido.
Talvez, o "não ter sido".. seja melhor ao atual ver. Esse ver que imagina o amor e poderia manter uma imagem retorcida, se o subjetivo fosse a realidade, em mais algum.. qualquer um, maior momento de minha vida.

Então, voltando as palavras sábias de uma mais vivida transmissora, concordo ao relembrar suas singelas palavras referentes ao nobre sentimento que vos falo.

Pense e repense, seria melhor viver o mundo da fantasia subjetiva? ou quem sabe, a dor do mundo real, objetivo e menos sentimental?

6.8.09

5.8.09

- Insônia

Err.. olá,
E então, o que você anda fazendo? '-'

Tenso é quando você começa a trocar o dia pela noite, e depois.. para voltar à rotina, é um verdadeiro inferno.

Agora, não cheguei a tanto.. soh nas mais longas, acontece.. uma pessoa nada ocupada se deixar dominar pelo desanimo em momentos tão excitantes para os outros.

A intenção não é a de repassar uma aparente deprê, embora pareça..
Quem sabe, amanha no mesmo tempo em que alguns se aprontam para um novo dia, outros podem esconder-se através do sono, ou pelo menos tentar..
Porque, não tem nada de bom por aqui, não tem nada de bom por lá... então melhor continuar off de mim mesma, vítima da madrugada passada.

Não sei por quanto tempo eu aguento, talvez muito mais do que realmente aparente.
Então vou ficar por aqui.. até mais um pouco, ouvindo minha música e tentando fazer de amanha, no caso, hoje.. um dia mais curto e rápido de se passar.

3.8.09

- Cheio de vazio

hum.. Oi?? olha, não chego a compartilhar todo o pensamento que gostaria ou que deveria, mas talvez seja o bastante para me sentir um pouco útil.

Falar o concreto é sinonimo de dor, de angústia, como se devesse por pra fora tudo o que faz mal.. naquele momento.

Então.. quanto ao entardecer de um dia um tanto intediante.. soh se consegue dar conta de solidão ou saudade, ou talvez as duas..
A solidão por não fazermos tudo aquilo que gostaríamos e sermos abandonados às próprias lembranças, a saudade de ter podido registrar aqui, momentos dos mais inesquecíveis.

Bem, do vazio.. deste se pode apenas fazê-lo palavras.. é mais belo e tardiamente mais precioso. Também uma maneira de ocupar sua noite e.. consequentemente, criar uma definição satisfatória.

28.7.09

- Olhar-te-ei em meus sonhos

Então.. não precisa rir no meu título não heim, foi pra dar um tom de seriedade, saca??
Bem, para minha infelicidade.. estou em processo de aprendizagem para ser menos subjetiva.. acontece (?)
Mas.. por inúmeras vezes me surpreendo tomando conta para que a rede de proteção de meus pensamentos não os deixem fugir sem a chave de segurança.
Perdoem-me.. *ou seja: Não suportaria agir como a sonâmbula deixando escapar por entre as palavras aquilo tão resguardado, propositalmente num espaço soh meu.
Volto, e sempre me certifico de que não disse nada, de que não causei nenhum estrago.. permitindo-os saber de meus segredos...
Então percebo que não, me "chamo" de louca por verificar um milhão de vezes o que sei que, facilmente estragaria me eternamente a imagem.
Assim como tento proteger ideias particulares do mundo exterior, faço ao meu mundo material, tornando-me tão insegura a ponto de questionar o que eu mesma pensava crer.

27.7.09

- Nada por mim

♫ Você me tem fácil demais
Mas não parece capaz
De cuidar do que possui
Você sorriu e me propôs
Que eu te deixasse em paz ♫

- Questã

Esse?? Meu mundo paralelo.

- Tempo

Bem.. olá, depois de um tempo eu me pergunto por que largo alguma das pouquíssimas coisas pelas quais sou definitivamente fã.. Sabe essa data?? isso daí de cima mesmo.. ela me recrimina. Não, não é APENAS uma data de poste.. ela faz isso sim '-'

Ta, eu não sou louca.. mas, o tempo, ELE me recrimina.. Se quiser me definir assim.. esteja à vontade. O fato de parecer normal aos seus olhos, ESTE também me recrimina.

Me sinto tão ou mais culpada do que um serial killer deveria se sentir... apesar da razão da minha maior culpa talvez ter sido aprender a dizer Não.

Agora várias ideias voam por aqui.. e preciso guardá-las, pra falar a respeito depois.. assim desenvolvo outro poste =D

Bem, não nos importemos com quantidade, certo?? porém necessito não desprender me do assunto (O que ia falando??)

AAh, sim.. acabei de reler, sobre a culpa.. se eu aprendi a lhe dar com ela?? acho que não 100%, repenso num simples cumprimento por horas a fio (não se preocupe com minha expressões do tempo do "ronca"). Um dia, quando eu agir.. quem saiba eu nem repare.

- Idiotice Interativa



<> Aumentar a tela
Mural de Recados | Site de busca | Comprar

10.6.09

de Cera ou Pano??




- PS.:

Creio que não o faço por crer que você não se importa.

- por impulso.

Muitas vezes eu quis tanto, na verdade ando querendo.. que aquela coragem volte, para que eu possa ser daquela maneira na qual eu fiz o que eu mais temia fazer. E hoje reprimo e me parabenizo por qualquer coisa.

Mas, não haja uma circunstância que me faça voltar, agora é assim e os outros colaboram com que seja.. com que não volte o que eu queria me tornar assim meu eterno sonho.

Quem sabe eu pare de sentir-me tão congelada ao sentir tua presença, ao olhar em teus belos olhos, e ao tapar os ouvidos automaticamente para as vozes daqueles que me rodeiam, só e apenas.. para sentir a tua presença.

Acho difícil, na verdade.. impossível deixar de, aos momentos a sós comigo mesma.. deixar de lembrar do que fiz e poderia ter feito. Porém, que hoje não consigo mais.

Talvez a insegurança, talvez o bom senso.. tudo depende de como você me vê. e como gostaria e se gostaria.

7.6.09

- Durou e amadurou.

Por tantas vezes eu pensei e me expressei ao dizer que o bom senso era a chave do negócio, aquele senso de ridículo, aquela vozinha, chame como preferir.

Mas, o dia em que isso me faltar por completo, interna e manda por camisa de força, aa beibe, não sei... mas pode se dizer que é uma das qualidades que eu mais prezo.

Saber o momento, saber como, saber quanto. Isso vai se tornando cada vez mais precioso nesse meio que preserva tanto a espontaneidade. Não é apenas um começo, é a primeira metade inteira.

O excesso disso pode bater na consciência mais tarde, mas essa senhora já vai tarde. Ela vem e me faz de burro de carga, quando não vai pra ela.. o pensamento fica na espreita aguardando a hora que chegar, só na encolha.

28.5.09

- Nada

Quem sabe eu um dia me culpe, por ter poupado demais as pessoas que amo, por ter aberto mão com tanta facilidade..

Ou quem sabe eu me sinta melhor, em paz com uma consciência artificial.

Pode se dizer que para alguém que não cultiva grandes sonhos, eu seja um tanto imprevisível.

Ou talvez um tanto de estaticidade torne-me a mais sem importância dentre os seres.

Assim como que para uns serem os mocinhos, outros precisam ser vilões, os papéis secundários são redistribuídos.

E quanto aos sonhos, prefiro tê-los no maior das intimidades comigo mesma.

Apenas a infantilidade do outro e minha vaidade me fazem deixar de sorrir quando cercada por eles. Porém... essas podem ser as causas de inúmeros sorrisos posteriores.

E... os sonhos, esses preferem pessoas mais otimistas para habitá-los...

- Isso.. ignora *hunf

Pois é José, a minha pergunta é: melhor ser ignorado ou renegado? Isso porque ser ignorado pode ter sido um final bem trágico para o que se sucedeu, porém poderia ser até comico.

Se bem que, na nossa pele não enxergamos nem um pingo de comicidade diante das situações.

No meu caso, meu silêncio insistia em me lembrar, Da memória não sei apagar e, nem gostaria.

Mas fecho os olhos e os aperto com força para ter um momento meu sem qualquer interferência da consciência interior, talvez funcione.. temporariamente...

Só penso no que faço de diferente se pudesse estar lá de novo e ser quem era.

Mas o defeito humano é pensar no quanto poderia ter sido superior, sem pensar que poderia estragar tudo em querer voltar lá.

23.5.09

- Coisa de horóscopo.

Então.. olá novamente, o assunto de hoje são as características das arianas =)
siim, EU.
bem, acreditando ou não.. as variadas características do Zodíaco, descrevem profundamente a minha pessoa.
ao menos ao meu ver, é exatamente tudo aquilo que eu me sinto, perceptivelmente ao outros ou naum.

"A pessoa é decidida, impulsiva, empreendedora e uma fonte de ideias, ambiciosa, pioneira, confiante, entusiasta, avessa ao abuso e às imposições. Adora a justiça e a liberdade. Inclina-se à ciência. A capacidade de recuperação perante as dificuldades e doenças é enorme."

beibe.. soh uma coisa deve estar redondamente incorreta, eu não diria que sou a maior das justiceiras ^^

"Os principais defeitos que devem ser especialmente eliminados, pelos nativos de Aries são:

  • Agressividade desejo de sempre estar à frente, de ser o cabeça;
  • individualismo, não seguir a nada ou a ninguém;
  • turbulência;
  • radicalismo;
  • imprudente sentido de aventura;
  • esbanjamento;
  • ações impulsivas;
  • depreciação do perigo;
  • falta de habilidade para se fazer as coisas;
  • intensa satisfação na execução de seus defeitos."
siim, caem como uma luva?? não acredita, ?? ¬' beem, na verdade nem eu sei se acredito ou naum, mas o fato é que alguém anda me vigiando.

beijos me manda recado ;*

4.4.09

- satisfeito (a)??

Tão fria... e ao mesmo tempo tão emocional.

Quem nunca acha que agradeceu o bastante ou tentou ao máximo.

Alguém que vê tudo olhando para o nada e não ve o para o que tanta gente preza.

Quem erra em, talvez satisfazer-se de mais momentos a sós do que que outros quaisquer. Mas, alguém que... com certeza tem seus momentos de silencio graças ao barulho do "passado".

Não lembro, não elogio, não aguço o ego dele(a).. sem a minha finalidade. Daí minha frieza particular.

Já aqueles calorosos sentimentos? Esses principalmente são escritos ou refletidos para quem se compartilha mais simples ou complexos segredos.

A menina que poderia chorar facilmente, mas não o faz para não estragar o lápis.

A que esquece dos pensamentos mais profundos, mas nunca uma fisionomia.

Que planeja antes da fala, se acha quando escreve e se martiriza depois que diz.

31.3.09

me olha nos olhos... E me chama de Georgete ;*

- Me olha nos olhos.

Coisa mais difícil o olhar, faz vc mesmo se trair numa mentira.. te faz aceitar sem vc mesmo pensar a respeito, te faz querer se aproximar, cumprimentar, desejar.

O olhar que me faz ficar sem graça diante dele, aquele propositalmente misterioso para quem não se sabe ao menos o nome, também o sorriso.. com o olhar é claro (aquele puxadinho, indo embora, demonstrando uns traços meio orientais) ee, se olhar mais pra baixo, o sorriso estará o traduzindo de orelha a orelha.

A ausência de olhar também pode querer dizer muito, basta ter o tããão preciosos Bom Senso (aa, querendo ser modesta, mas já não sendo... isso eu tenho de sobra) Siim, no meu caso aquilo de não olhar querendo olhar nem rola mais..

éé.. tem uma certa altura em q a gente chega (nãão, não to falando de metro, centímetro e blá) maas.. isso, chega num ponto em que vc não ta mais ligando.. ta nem aí se vão achar, se vão falar.. OLHA MEESMO!!! isso aí... quer olhar?? olhe e seja feliz =)
*hohoho ta, parei u.u

mas heim, feliz da pessoa que reconhece os olhares e a ausência destes com a perspicácia de seu Bom Senso.

ee, como eu sou modesta desse jeito.. siga a receita, além disso, preserve o Bom Gosto também [y] Façam o que eu digo, mas não façam o que eu faço.

30.3.09

- ée blogueira

eles são Otakus, são Rockeiros, são viciados em séries de Tv e cinema, viciados em mulheres, em uma história de livro e cinema criada por uma autora que vicia pobres adolescentes.

as pessoas tem a necessidade de dizer que fazem parte de um estilo, de uma tribo.

que tem um vicio, que tem um ídolo.

eu? fã?? nãão, faz muitos anos que não lembro do nome de alguém que vejo na tv e em revistas, jornais, para dizer que eu queria ser assim.

pra mim, meu maior ídolo é aquele q eu me identifico na maneira de rir junto.

não, eu não sei me definir em uma palavra, uma expressão. Pra mim (?) sou mais um texto.

- quem.

A melhor forma de se definir é se deixar questionar, se levar pelo pensamento que pergunta ee.. vc apenas é natural.. natural na sua resposta, na qual vc irá formar uma frase bonita ee.. um dia vai dizer, eu sou assim.

29.3.09

ele repara?

- evidente.

Vou tentar ser o menos específica possível, éé.. isso mesmo
do tipo.. como ela pode querer q ele tenha um sentimento puro por ela.. se ele ao menos a conhece de verdade (?)
como ela pode demonstrar que quer q ele a conheça, sem deixar ele pensar quee.. ela quer isso (?)
como não ser direta nas ações, assim como não é direta nas palavras.

ou talvez seja direta, de demonstrar o remorso de falar o que quer.. ee, em menos de um segundo ver o que acaba de fazer/ falar.

ela deixa o tempo.. talvez consiga.. ele sozinho, fazer com que ela encontre a felicidade em novos instrumentos da vida.

ou talvez ele sirva pra ela esquecer de algo não muito bem sucedido.

deixa, deixa tudo passar... um dia vc vai achar quee, for melhor assim.

- 10 pros meus 16.

beem, perto de ficar velhinha, ?? é a mãe *hunf =)
maas heim, tempos q eu não dou as caras nos sob meus domínios, diigo.. prestar contas sobre meus sentimento e pensamentos que me rondam noite e dia.

Mais noite.. ou mais o dia?? não sei '-'
aíí, vai depender muito.. maas, coisas acontecem.. certo??

talvez não desse certo eu ser um diia, tipo assim... uma escritora conceituada *cof cof
o meu "estilo" naum é ir ao ponto (em certas questões)
eu gosto é de deixar os outros acharem neles, o que eu sinto em mim, se isso for possível... parabéns, vc se identifica com a minha pessoa estranha ;)
se não, ¬¬ aah cara, melhor eu me achar diferente mesmo.

10.3.09

>.<

- e vc?

As pessoas dizem então essas coisas de se apaixonar, bem.. bem.. na verdade não sei o q é paixão.. e se souber, ainda não reconheci mesmo.

Mas, isso de eternidade.. nada me sentimentaliza.. pra mim não existe.

O ato dura pouco tempo..
A lembrança dura um bom tempo..
E o eterno dura o tempo suficiente.

De certa maneira, isso é bom.. mas, acho q eu gostaria q apenas as lembranças nítidas fossem mantidas pra sempre.

- Pois sim.

Pelas ruas.. vou reparando.. no menino lindo a minha frente.. no vestido brega da mulher ao lado.. no homem a um metro de distância quee.. ao reparar (bem reparado) no rebolado da moça ao seu lado.. faz questão de olhar pra um dos rostos ao caminhar por perto e.. na verdade, um olhar que demonstra o que ele gostaria de dizer "Olha como sou Macho". u.u

Bem, sem comentários, se ele olha pra mim com esse tipo de olha.. devemos ter algum também.. algo a ver com nojo. Bem, nada contra o reparar os atributos alheios.. mas, aquele olharzinho de masculinidade.. nossa, nada legal.

6.3.09

- na verdade..

♫ Olha eu já pensei
Que de ninguém ♪
♫ Eu nunca precisei
Mas quando vi você ♪
♫ Descobri que eu me enganei...

28.2.09

antes isso do que eu *--*

- Olá, pessoa

Tava pensando... assim, de vez em quando, vez ou outra... orkut é legal, (?) ¬¬'

Eu já soube de uma meninaque... quando um gatinho chegava nela perguntando o orkut, ela esquecia as regrinhas de boas maneiras e saia batida (estilo vácuo mesmo).

Bem, bem... não seria motivo pra tanto... seria (?)

A página soh não é muito bacana em alguns momentos, saca... sua mãe vem vindo (estilo: vem almoçar), vc no momento, ta dando uma checada nas fotos das atualizações alheias.

Resumindo, numa hora qualquer... ou ela te acha lésbica (gay) ou tarada(o).

Imagiiina, eu não to duvidando da sua agilidade em fechar janelas comprometedoras... mas, vamos concordar aqui (ou não ), o PC trava assim... algumas vezes (geralmente, nas piores possíveis).

Xiii, já to craque nisso, quantas vezes... (estilo eu suava friio).

Hoje, posso dae boas gargalhadas e esperar momentos mais embaraçosos aiinda, quee... certamente virão *--*

- alguém

Não fica triste por isso não, disfarcei o olhar pra não dar a entender, não é pq estou desconfortável ao teu lado, eu não tava procurando por mais nada naquele momento.

27.2.09

S2



- autora por minutos

Assim, existem desejos de consumo, desejos amorosos.. desejos beem, aah... diversificados...

Tipo aqueles "sonhos" q viram uma espécie de frustração ou apenas uma coisa boba de fantasia.

Por um momento quero inventar uma estória.

Era uma vez uma menina q achava q via tudo além de como, na realidade, era... ela mantinha um Blog, postava nele com todo o carinho do mundo... vivia o fato de não ter compreendida sua palavras e sentimentos..

Então, ela imaginava assim... q algum dia, chegaria um menino (q na verdade a conhecesse, mas.. ela achava q não) e comentasse (nos textos dela) algo parecido como: Poxa, traduz tão bem os seus sentimentos.. muitas vezes consigo sentir exatamente o q demonstra em seus relatos.

A menina ficou admirada, ee... ao momento em q lia os comentários do menino achava q mais verdadeiros seria impossível, ee... q ele parecia conhecê-la tão bem como o melhor de seus admiradores ee... talvez um melhor amigo.

Ele tentava conquistar a menina que, pela primeira vez... reconhecia um lado morto, ou apenas adormecido.. talvez, guardado em segredo dentro dela..

Era como se os dois se redescobrissem tão semelhantes.. que ficavam horas a fio comentando e um questionando o outro. Não aquele questionamento q irrita quem está explicando, mas sim outro, no qual expande sua linha de raciocínio.

Após "dar papo" pro garoto, a blogueira pensa como alguém pode a compreender tão bem.
Ao encontrar a menina, ela descreve o tal comentarista misterioso.
Então, após ele revelar seu codinome, ela se espanta.. mas, no fundo fica imensamente feliz por ter tão de perto a pessoa q admirara.

Daí, cada um pode terminar a estória como bem entender... e, não esqueça.. que, embora contos de fadas serem bons de se sonhar, é mundo bom também voltar a realidade e não se deixar levar por apenas... pensamentos.

- mais EU

Minha maior infantilidade é achar que algo sem importância não merece o mínimo de atenção, achando que tudo tem solução..
O Melhor da minha maturidade é ter certeza que embora o agora seja "perfeito", ele nunca é pra sempre.

♫O que parece ser... não é o q sou, não♪

não se perca ao entrar... no meu infinito particular♪

♫São pensamentos soltos, traduzidos em palavras... ♪

contra leituras cansativas

- Fresquinha

Assim, uma vez uma pessoa disse: vc não é assim,

Bem, a partir do meu ponto de vista, isso é uma das coisas mais incorretas q pode-se dizer, além de tipos como: "fla com eu" xD bem, essas "pequenas" pérolas são frutos de uma mesma pessoa, acredite se quiser... (cada uma com seu erro, seja gramatical ou ão...)

Pois bem, o q eu quero dizer sobre essa primeira é que.. ninguém nunca pode dizer como outra pessoa é ou deixa de ser, pode ser q vc nunca tenha prestado atenção.. pode ser q a pessoa haja de forma particular com cada um mais próximo, isso depende e exclusivamente... da forma q fulano merece ser tratado.

Se fizer merecer uma maturidade a mais, assim serei... mas, como eu disse.. isso depende muito do tipo de ouvinte q vc é.

- New

O novo não me assusta, o novo me atrai... ee, na maioria das vezes me seduz.
Porque eu sempre me canso do q repete, mas nunca esqueço do q foi vivido.

- Melhores de "Meus Cinemas nas Férias"

Espíritos 2.

Onde os fracos não tem vez.

Quarentena.

















Juno.



- Mata engorda e faz mal

Agora sendo mais direta em meus pontos, as férias se assemelham um pouco à edredoms.. sem ser aqueles dupla face (gente ignorante é foda), ou seja lá como se chama isso. Soh sei que eu quis dizer q ambos tem um lado ruim (portanto, prefira os dupla face).

Cassete, quem nunca se olhou no espelho num desses dias de férias e pensou: "Cara, eu sou essa merda aí" = O
Bem, certamente vc irá dizer q nunca fez isso, mas... como aqui eu falo sobre mim... XIIIIU : )

Mas nem tudo são "espinhos"...
AAAH beibe, e aqueles filminhos (?), cineminha, madrugadas viradas na net e etc. Isso é bom, é bom... ainda mais quando eu tiver grana pra viajar pelo mundo e rechear meu orkut com fotos maravilhosas (bem, pra muita gente o q vale é o papel, sim... aquelas fotos pra por no álbum, mas... eu me contendo com o digital... é bom apreciar a moderninade, muitas vezes).

Mas... até lá, da pra se satisfazer fuxicando orkuts alheios, até que tem umas fotos de qualidade por aí..

Tirem belas fotos e me adicionem... xD zoa, beeijos ;*

26.2.09

- Sub.

Ler um texto seu, que demonstre seus próprios sentimentos, é como ler e apreciar um livro de auto-ajuda que se encaixe perfeitamente e vc (no bom sentido). E olha, vc pode até se descobrir um comediante (espero q naum seja o meu caso, beibe >.<

*ou melhor, eu espero...

@



- 400 Réis

Agora, eu fico pensando numa coisa (novidade ¬¬' ), mas saca... quando vc tem um "inimigo" por perto... faz dele o capeta em forma humana. Na boa, quando eu me afasto dessa criatura, após um tempo, até que acho esse capetinha simpático (lembre-se... é pq eu tava longe).

Com isso tiro uma conclusão: muito mais fácil e prático achar/criar defeitos em quem está perto... independente da relação.

Então aplica isso num filme (lá vou eu com cinema no meio),
Mas olha... a mocinha se casa, tempos depois já poderia fazer uma lista de defeitos do maridão (cara, intimidade é foda, tem tempo limite).

(voltando para o filme) Depois, ela conhece um cara (o mocinho). O q ela faz?? Sim, ela casa com este (nãão, ela separou do outro.. ela não faz poligamia) xD
Bem, se o filme continuasse, certamente os dois se matariam maas... nada como a imaginação de um bom autor.

Engraçado, pra construção de um texto informal (super informal) a pior coisa é escolher a primeira palavra para dar início a este, beibe *-*

25.2.09

- Beibe

Eu tenho medo de perder as minhas palavras, medo de perder o raciocínio... Talvez, quando eu tiver uns 65, vire fã das palavras cruzadas, jogos da memória e similares. Bem, se eu não tivesse receio, não estaria aqui... certo (?)

Não seja pretensioso, eu não falei sobre vc, como boa egocêntrica... eu sou a protagonista do meu mundo.

- porque sim

Mas, todo mundo já deve ter percebido (se vc não, tudo bem... não se sinta os últimos dos ignorantes) que eu preservo a identidade... traduzindo, que eu não cito nomes nos meus pobres relatos.

Bem, isso me faz lembrar um filme, esses de sessão da tarde no qual se assiste sem ao menos olhar o nome (do tipo: não tenho nada pra fazer, então... vamos ver isso mesmo).

O Fato é, a menina descrevia amigos ou "não", num tal de diário/livro. Não lembro muita coisa, sei que no final ela teve que pedir desculpas por tamanhas descrições grosseiras postas à público.

Não que pedir desculpas represente fraqueza, pelo contrário... mas, não estamos aqui para julgar a criatividade de um autor.

Medo da minha parte então (?) Talvez, mas da "minha forma" parece sempre tão mais bonito *-*

Não é a toa que sou egocêntrica narcisista e não sei viver sem mim.

23.2.09

à la HeLo

- ♪ Eu volteei, agora pra ficar (?)

Bem, Bem, Bem... comece fazendo com que vc mesmo não se xingue no primeiro parágrafo, faça drama ou similares...

Depois me dou conta da dependência (não, a de pai e mãe não vale ¬¬') Mas cara, parece que da vontade de me distanciar de todos que se envolvem junto a este substantivo à minha pessoa.

É como não ter liberdade para modificar tudo que te diz respeito sem pedir licença aos outros. Como depositar algo de extrema importância nas mãos de um nômade qualquer.

Na verdade, o mais próximo disso que fiz disso foi "me deixar cuidar" e "me fazer admirar" por alguém que faço meu ídolo, mas não abro mão das minhas próprias expressões (difícil vc se defender de acusações que vc mesma fez preservando algum tipo de modéstia).

Mas, no mínimo... ela vai ter ao menos na lembrança, uma eterna fã.

Nem sei o que me prende tanto em pensamento, talvez o fato de dar tanta importância a alguém que não demonstre ser recíproco.

Assim, nem sempre se é "devoto" de alguém que se demonstra tão dependente a vc, isso... ao contrário do que pareça, te faz achar que seria um bom negócio mudar.

Eu poderia mudar, mudar bastante e correr o risco de não ter "ninguém" com quem posar para as fotos (não, eu não sou tãão superficial e fria... pelo menos, eu acho).

O Fato é: em quanto a maioria diz: "Não se mexe em time que está ganhando", eu acho q tamanha insegurança deve fazer até mal beibe... (pro time ganhar, foi preciso arriscar algo em algum momento da partida, ou quem sabe... em vários).

Saca , eu mexo em "time" ganhando, empatado, perdendo... tu-di-nho da mesma forma, basta o fato deles estarem sempre realizando a mesma jogada incansavelmente.

♫A minha vidaaa... eu preciso mudar, todo o diaa, pra escapar... da rotina dos meus desejos por seus beijos ♪

Tah, nem de futebol, que... cá entre nós, eu não entendo merda nenhuma, como os tais dos beijos (encalhada não, solteiraa) U.U

Bem, olhe bem a data da publicação, vai q eu arrumo um namo (?) xD Ele vai dizer q eu não o assumo =O

29.1.09

- Memórias

*Os lapsos de consciência me martirizam a cada pensamento.

19.1.09

- Memórias²

*Nunca demonstre exclusividade por nada, podem confundir com solidão.

16.1.09

- A viagem.

É um pensamento temporário que te faz congelar no tempo e sofrer inúmeras perdas.

Assim como se questionasse o porquê de ir em busca de idealização geral.

Hahaaha, grande estrago seria mesmo se não fosse momentâneo.

Os vagabundos por opção fazerem disso uma ideia permanente. Que merda heim?!

Prejudica da gente pensar que não vai dar tempo, vai acabar quando eu ainda estiver no caminho e nada irá compensar minha jornada abrindo mão de inúmeras coisas que poderiam me dar alegria duradoura.

Para alguns antes de dar o primeiro passo, talvez no caminho, ou então na linha de chegada.